29.8.02

EXPLOSÃO DE FÁBRICA DE FOGOS DEIXA 4 MORTOS EM MINAS

Tá lá escrito no RTFM, o excelente blog do Bernardo Mineiro, que completa esclarecendo o quão normal é ouvir que explodiu uma fábrica de fogos na cidade de Sámonte. Aproveito para levantar algumas questões:

Alguém já ouviu falar de alguma fábrica de fogos que passou de pai para filho?
"Ahh, meu filho! Fico orgulhosa de saber que você está à frente da fábrica de artifícios que foi do seu avô!"
Nunca! O cara quando recebe a herança do pai que era dono de uma fábrica de fogos, só a recebe porque a fábrica explodiu com o pai dentro. E ele tem que agradecer que tinha saído pra comprar mais pólvora na hora.
Ainda, já perceberam que fábrica de fogos sempre tem um nome de Santo ou está situada em lugar com nome de Santo? Esta, em questão, é a fábrica de artifícios São Jorge, situada em Santo Antônio do Monte (Sámonte).
Mas também o infeliz botou o nome do santo errado. São Jorge?! O Santo Guerreiro? Numa casa cheia de munição?
E a cidade? Santo Antônio. Aquele que restitui objetos perdidos. No caso os pedaços da fábrica que já existiu um dia. Talvez por isso, mesmo depois de tantas explosões, continuam a aparecer novas fábricas de fogos na cidade.